O que é diabetes gestacional?

Home / Diabetes / O que é diabetes gestacional?

Diabetes mellitus gestacional (DMG) é a intolerância aos carboidratos diagnosticada pela primeira vez durante a gestação, podendo ou não persistir após o nascimento do bebê. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, este é o problema metabólico mais comum na gestação, e a incidência de DMG está aumentando em paralelo com o aumento do diabetes tipo 2 na população em geral.

 

LEIA MAIS: O que é diabetes?

 

Fatores de risco e diagnóstico

 

O diabetes gestacional nem sempre pode ser prevenido porque está relacionado às alterações hormonais da gestação, mas alguns fatores aumentam o risco de desenvolver a doença:

– Idade de 35 anos ou mais

– Sobrepeso, obesidade ou ganho excessivo de peso na gravidez atual

– Deposição central excessiva de gordura corporal

– História familiar de diabetes em parentes de primeiro grau

– Crescimento fetal excessivo, polidrâmnio, hipertensão ou pré-eclâmpsia na gravidez atual

– Antecedentes obstétricos de abortamentos de repetição, malformações, morte fetal ou neonatal, macrossomia ou DMG

– Síndrome de ovários policísticos

– Baixa estatura (menos de 1,5 m de altura)

 

O acompanhamento dos níveis glicêmicos durante a gravidez é essencial para o diagnóstico de DMG, mesmo para as gestantes sem diagnóstico prévio de diabetes.

 

Tratamento de diabetes gestacional

Caso seja confirmado o diagnóstico, o tratamento de diabetes gestacional tem como base uma orientação alimentar que permita um ganho de peso adequado e o controle metabólico. A prática de atividade física é outro fator muito importante, ajudando a manter a saúde da mãe e do bebê e prevenindo problemas no parto.

 

A insulina também pode ser utilizada como auxiliar no controle glicêmico, mas seu uso deve ser avaliado de acordo com a evolução da gravidez e os níveis glicêmicos da gestante.

 

Quanto ao parto, a presença de diabetes gestacional não acarreta na indicação de cesariana. Assim, a escolha entre parto normal ou cesárea é uma decisão obstétrica, que levará em conta a vontade da gestante e a evolução da gravidez.

 

LEIA MAIS: Diabetes infantil – como identificar e tratar

 

Na maioria dos casos, os níveis glicêmicos voltam à normalidade após o nascimento do bebê, mas é muito importante monitorar a glicemia nos primeiros meses após o parto. Neste período, uma alimentação saudável e o aleitamento são muito importantes, tanto para a mãe quanto para o bebê.

 


* Toda orientação alimentar deve ser realizada por Nutricionista. Consulte um(a) Nutricionista e/ou Médica(o) para orientações sobre suplementação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *